RSS

Perdão recusado

domingo, 12/12/2010 3:11 am  

O filho de um pregador famoso foi preso e acusado de traição, pois pertencia a uma organização contrária ao governo. Ele foi julgado e condenado a muitos anos de prisão. Seu velho pai, conhecido como pessoa honesta e justa, com espírito cristão, conseguiu milhares de assinaturas, pedindo ao presidente Graut perdão para o rapaz condenado. O pai levou a petição a Washington entregando-a ao presidente Graut que concedeu perdão ao jovem condenado. O velho pai, com o documento recebido, foi depressa para a penitenciária onde estava preso o seu filho. Chegou até às grades de cela e disse:

– João, eu tenho boas notícias para você. Eu tenho uma carta do presidente com o perdão e você pode voltar para casa comigo, para ver sua mãe antes que ela morra.

Mas o seu filho não respondeu nada.

– Você está me entendendo, João? O pai continuou: aqui está o perdão para você.

– Sinto muito, pai, por decepcioná-lo. Disse o filho ingrato. – Mas eu decidi não aceitar o perdão oferecido por este governo. Ficarei aqui até o fim da minha sentença.

O velho pai, abatido e desolado, quase morreu ao ouvir essa resposta. Todo o seu esforço foi em vão e rejeitado.

Caro leitor, o perdão é escrito com o sangue de Cristo. Se você não o aceitar ficará sob o domínio do pecado e perdido para toda a eternidade.

Em Hebreus 2:3 nós lemos: “Como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?”

 

Autor: Abram Dück

Extraído do Devocional O Mensageiro

, , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato