RSS

As três perguntas mais antigas da humanidade (2)

terça-feira, 16/03/2010 12:34 am  

Como se justificaria o homem para com Deus? (Jó 9:2).


Quando alguém reconhece que Deus existe e que Ele é santo, surge obrigatoriamente a pergunta que Jó fez no versículo de hoje: “Como se justificaria o homem para com Deus?”

Ou, em outras palavras, como pode um ser humano culpado estar na posição de justo diante da presença de Deus?

Muitos tentaram responder essa questão. Em geral, todas as respostas podem ser resumidas no conceito das “obras de justiça”. As pessoas tentam fazer o máximo de boas obras para atingir um nível de justiça que atenda ao padrão divino.

Mas a Palavra de Deus afirma claramente: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23).

Boas obras não podem remover um único pecado sequer. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9).

Então não há resposta para essa pergunta? Tudo é incerto? De forma alguma! A morte e ressurreição de Jesus Cristo são a resposta para o problema da nossa justiça diante de Deus.

Somente sobre essa base é que Deus pode justificar um pecador. Não há qualquer outro modo.

Se Deus fosse simplesmente ignorar o pecado, Ele Se contradiria. Em Sua morte sacrificial na cruz do Calvário, Jesus Cristo suportou o julgamento do pecado, a punição pela nossa culpa.

Essa obra de expiação executada com perfeição satisfez todas as justas exigências de Deus em relação ao pecado. Portanto, Ele pode declarar como justo todo aquele que crê no Senhor Jesus e em Sua obra.


(continua)


Extraído do devocional “Boa Semente”

, , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato