RSS

Meditações sobre o livro de Deuteronômio (Leia Deuteronômio 28:33-53 – 29:1)

segunda-feira, 25/01/2010 9:03 pm  

As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus (Salmo 16:4).


Muitas serão as penas dos que trocam o Senhor por outros deuses (Salmo 16:4 – Edição Revista e Atualizada).

Este versículo (que se aplica profeticamente à adoração do anticristo) pode servir como título para o texto que vai dos versículos 15 a 68 deste capítulo. A pessoa que está falando no Salmo 16 é Cristo que, em contraste com Israel, jamais deixou de confiar em Deus e de tê-Lo diante de Si.

Ele sempre contava com Seu Deus para guardá-Lo e preservar Sua herança de forma que Ele não fosse abalado (Salmo 16:1, 5, 8). Ele é nosso exemplo na caminhada da fé.

Mas Deus também nos mostra o exemplo oposto e suas trágicas conseqüências. A terrível ameaça do versículo 53 literalmente se cumpriu na história de Israel (2 Reis 6:29).

Quanto à liberdade antes desfrutada, o povo praticamente a perdeu no tempo do cativeiro babilônico.

O Salmo 100:2 nos convida a servir ao Senhor com alegria. Para ser exato, Israel jamais serviu ao seu Senhor “com alegria e bondade de coração” (v. 47), expondo-se a sofrer sob o jugo de ferro de seus inimigos.

Moralmente, isso ainda está acontecendo hoje. Ao nos recusarmos a servir ao Senhor, de fato nos colocamos sob a escravidão de Satanás e do pecado (João 8:34).

Que Deus nos ensine a servi-Lo com júbilo, imitando Aquele que se deleitava em fazer a vontade do Pai (Salmo 40:8).


Extraído do devocional “Boa Semente”

, , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 5 post(s).


Entre em contato

  • http://intensedebate.com/people/Aleitatiba Aleitatiba

    Eu estou lendo um livro (Dez mandamentos) que fala isso, o risco de marmos outros deuses, é um cuidado que Deus tem para não sermos desapontados e machucados.
    Que palavra boa! Gostei muito!!