RSS

A glória da Igreja

segunda-feira, 25/01/2010 8:54 pm  

E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a. (Mateus 13:46). Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela… para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível (Efésios 5:25-27).


A pérola de grande valor é uma expressão simbólica usada pelo Senhor Jesus para descrever Sua igreja. Ele a tinha em mente antes mesmo que ela fosse formada e, por amor, renunciou todos os Seus direitos para obtê-la.

Essa Igreja, tão bela a Seus olhos, abrange todos os redimidos da época da graça pelos quais Ele deu Sua vida.

Pelo Espírito Santo, eles estão intimamente ligados a Si mesmo. Atualmente, o Senhor está edificando Sua Igreja.

Ele cuida dela, a sustenta, a acompanha e a prepara. Um dia Ele a apresentará a Si mesmo gloriosa, …sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante.

O Senhor conhece as falhas dos Seus. Ele exigirá contas disso e desde já os disciplina individual e coletivamente. Mas em Sua mente sempre vê o resultado final de Sua obra na cruz, quando introduzirá Sua Igreja no céu.

Se olharmos para os cristãos, só poderemos lamentar por tamanha divisão, inconsistência e fraqueza. Dessa perspectiva, falar sobre perfeição e glória da Igreja parece utopia. Porém, o Senhor está agindo em meio aos salvos, produzindo em cada um o anseio por uma vida santa.

Portanto, ao olharmos para os membros do Corpo de Cristo, que formam a Igreja, devemos ter em nós “o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2:5), ou seja, enxergar além da fraqueza e das falhas, e discernir nela as características morais do próprio Cristo.


Extraído do devocional “Boa Semente”

, , , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 5 post(s).


Entre em contato