RSS

Consagração, base para as minhas decisões

domingo, 10/01/2010 11:07 pm  

Texto base: Atos 6:1-8


Deus deseja ter o meu coração por completo.


A igreja nascente experimenta uma grande explosão de crescimento e creio eu que toda manifestação de vitória sempre produz grande alegria, mas abrem também portas que nem sempre produzem alegria, antes geram insatisfação. Exemplo: Desempregado – qual a satisfação dele?  Quando empregado, quantas insatisfações surgem ali? Quando olhamos para o texto de Atos perceberemos que a consagração foi fundamental para a solução do problema que apareceu e possibilitou a continuidade do crescimento da igreja.


Aprendemos algumas coisas aqui, vejamos:


1) Toda a situação da vida quer sejam boas ou ruins, precisam ser vivenciadas em continua consagração

O diagnóstico apresentado no versículo 1 nos apresenta duas situações distintas, uma boa e outra ruim. A boa, a igreja estava crescendo. A ruim, surgiram deficiências no atendimento. A ruim gerou grande murmuração e maledicência. Os gregos achavam que estavam sendo preteridos(privilegiados) em relação aos hebreus. Os apóstolos avaliaram, oraram e decidiram.

Quantas vezes enfrentamos situações assim, em casa, no trabalho, na igreja?

Sem consagração é bem possível que a situação não terminasse bem.


2) Sem consagração a Deus perdemos o alvo

Os discípulos tinham clareza quanto ao chamado e prioridades ministeriais, mas tinham também a clareza de que o problema precisava ser resolvido. O problema era COMO RESOLVER? Eles poderiam: Deixar como estava (parte da igreja estava satisfeita). Deixar as prioridades e tentar resolver o problema (trocar as prioridades). Ou tentar fazer todas as coisas (normalmente é esse o caminho escolhido por nós e acabamos por não fazer nada). Existem muitos clamores ao nosso redor, consagremo-nos.

3) A consagração sempre traz discernimento (v.3 …escolhei 7 homens – boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria)

Não poderia ser qualquer pessoa, estariam lidando com conflitos, com pessoas insatisfeitas. Era necessário que esses homens não fossem reprovados naquilo que deveriam tratar. Precisavam de sabedoria para agir com justiça e não serem contaminados pelos murmuradores. Precisamos de consagração para que tenhamos a sabedoria necessária para realizar o trabalho.


4) A consagração não paralisa o processo, antes o impulsiona, faz com que avance

Permite-nos partilhar vitórias. O problema surgiu, o clamor estava presente, poderia ter gerado grande confusão, tristeza e desânimo. O problema foi amenizado e a obra continuou a crescer.



Creio que a realidade desse texto serve de orientação e desafio para todos nós e para que todas as decisões que precisamos tomar. O que me chama mais a atenção é que as decisões tomadas em Deus, em consagração a Deus, sempre extrapolam aos nossos propósitos, o próprio Deus acaba surpreendendo.

Estevão foi além, estava sendo escolhido para servir mesas, mas foi além.

Consagração esse é o desejo de Deus. O Deus que começou a boa obra é fiel para completá-la.

Já se rendeu plenamente ao Senhor? Se não, hoje é o teu dia.


Que Deus abençoe a todos.

Ministério Pastoral – Igreja Metodista Bacacheri – Curitiba, PR – BR.

, , , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato