RSS

Rendição atrás da porta

sábado, 24/10/2009 8:04 pm  

Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens. Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou. (Tito 2:11; 3:4-5)


Jorge estava inquieto desde que sua mulher começou a ler a Bíblia e freqüentar as reuniões dos cristãos.

Contudo, não tinha motivos para se queixar dela, porque quanto mais brutal e injusto era, mais doçura e paciência sua esposa demonstrava. Só havia um ponto que Matilde não cedia: assistir às reuniões cristãs, porque ela necessitava disso.

Certo dia, Jorge se irritou muito e disse:

– Se voltar a essa reunião de hipócritas, irei buscar você e lhe darei uma lição que jamais esquecerá pelo resto de sua vida!

Matilde sabia que seu marido cumpria com a palavra, porém isso não impediu que uns dias mais tarde aproveitasse a ausência dele para ir a uma reunião de oração.

Jorge voltou antes do previsto, achou a casa vazia, pegou um bastão bem grosso e foi à reunião. Passou pela primeira porta e se deteve atrás da segunda.

Alguém falava. Ele pensou: Vou esperar até que termine. Então ouviu claramente estas palavras:

– Senhor, Te pedimos pelo marido de nossa irmã Matilde. Tu sabes que ele não é feliz. Dá-lhe a conhecer o Teu grande amor…

Era isso o que eles faziam nessa “reunião de hipócritas”: oravam por ele, e com que fervor!

Saiu devagar e voltou para casa. Quando Matilde chegou, tremendo, encontrou o marido de joelhos. Ele também havia se rendido ao Senhor Jesus.


Extraído do devocional “Boa Semente”

, , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato