RSS

O antídoto mais eficaz: a oração

domingo, 18/10/2009 2:17 am  

E, em qualquer casa onde entrardes… ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. (Lucas 10:5-7)


Depois de um dia de trabalho, uma pequena equipe de pregadores do Evangelho chegou a uma aldeia da Indonésia conhecida por suas práticas ocultistas. Os aldeões lhes deram comida, mas cada pregador se perguntava: Será que esses alimentos estão envenenados?

Um deles falou: – Jesus mandou dar testemunho e comer tudo o que seja oferecido; confiemos, pois, nEle. A comida foi precedida e seguida de várias orações.

De repente, um aldeão veio avisar: – Seus alimentos foram envenenados pelo grande bruxo. Antes que o sol nasça, vocês estarão todos mortos!

Esses piedosos pregadores se ajoelharam e oraram fervorosamente para que Deus interviesse e falasse àquele povo tão escravizado pelo medo e engano de Satanás.

Às quatro da manhã, um homem completamente desesperado surgiu das sombras. Com extrema angústia, ele se lançou aos pés dos missionários, rogando: – Salvem-me! Sou o bruxo e sei que se vocês não estiverem mortos quando o sol nascer, eu é que morrerei.

A má sorte se voltará contra mim. Tenham piedade! Me digam o que devo fazer para ser salvo?

O bruxo ouviu a mesma resposta dada ao carcereiro de Filipos em Atos 13:31: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa”.

Esse versículo produziu o mesmo resultado: salvação para aquele homem e para outros. Atualmente existem muitos cristão naquela região da Indonésia.


Extraído do devocional “Boa Semente”

, , , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato