RSS

Calcular errado

domingo, 18/10/2009 2:04 am  

Não te canses para enriqueceres; dá de mão à tua própria sabedoria. Aplicai o vosso coração aos vossos caminhos. (Provérbios 23:4; Ageu 1:5)


Aqui está o relato de um homem prudente que considerou todas as desgraças que podiam alcançar a ele mesmo, à sua família e a seus bens. Ele procurou cobrir os riscos pagando todo tipo de seguro: de incêndio, de roubo, de saúde, de responsabilidade civil (se causasse algum dano a alguém), de vida (com o qual garantiria uma confortável pensão aos seus depois de sua morte)…

Ele estava tranqüilo, podia viver sossegado e morrer sem preocupação.

Mas… e sua alma? E a eternidade que se abriria diante dele? E o juízo de Deus que o esperava? Sem dúvida, ele havia se esquecido disso. Havia feito cálculos errados.

Ele se preocupou mais com o que era passageiro e descuidou do mais importante: as coisas eternas.

Colocou em ordem seu relacionamento com os semelhantes, mas ignorou o relacionamento com Deus.

Fez tudo como se Deus não existisse, apesar de saber que existia.

Se você tem vivido como esse homem, ainda há tempo de reparar seu trágico erro. Seguros são bons, mas se prestam somente a esta vida.

Porém seus pecados o separam do Deus justo e santo, que achou um meio de satisfazer Sua justiça, santidade e amor, dando Seu Filho para que você pudesse ser salvo.

“Ele [Jesus] é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome” (Atos 10:42-43).

“Convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em beneficência e se arrepende do mal” (Joel 2:13).


Extraído do devocional “Boa Semente”

, ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato