RSS

Tempo ganho

quinta-feira, 11/06/2009 3:18 am  

Eu tenho apenas um vizinho. Os outros três lados da minha casa fazem divisa com um arroio, um potreiro e a rua. O vizinho, um colono aposentado, mora com sua mulher. O casal é acostumado a trabalhar na roça, e por isso trata a sua vaca, porcos e planta cada cantinho de sei lote. E o que tenho observado é que, na época em que mais tem serviço na sua rocinha, mais tempo o casal gasta nas manhãs, afiando suas enxadas e ferramentas.

O mundo acha, e infelizmente muitos de nós (cristãos) acha que a oração é tempo perdido. Mas sabemos que orar é uma necessidade. Assim como sabemos do exemplo de Lutero, que quanto mais tarefas ele tinha, mais tempo ele passava em oração.

Corre entre nós o provérbio: “Ore et labora” (Ore e trabalhe!). Talvez fosse melhor dizer: “Ore ou trabalhe”. Quanto tempo gastamos para limpar, arrumar o estrago das nossas investidas afobadas que dão zebra?!

Quanto mais oração, menos afobação e menos “golpes no ar”. Assim como o tempo é gasto para afiar uma ferramenta, se poupa o tempo gasto no trabalho, também o tempo gasto na oração é ganho quando o Senhor nos protege de caminhos errados.

Além de tudo, temos a certeza de estar fazendo a vontade d’Ele.


Extraído do devocional O Mensageiro

, , , , ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato