RSS

Graça inesperada

quarta-feira, 11/03/2009 1:11 pm  

Um historiador relata como durante a guerra da independência mexicana no começo do século XIX, o general Bravo anistiou 600 prisioneiros espanhóis sentenciados à morte. No momento em que o general ia dar a ordem para a execução, ele foi informado que seu pai havia sido capturado pelos inimigos – os espanhóis – e espancado até a morte.
 
Pálido, ele contou a notícia aos prisioneiros, que já se prepararam para serem torturados como vingança. Eles ficaram pasmos quando ouviram o general Bravo dizer: “Vocês ouviram do que os espanhóis são capazes de fazer. Para mostrar como um mexicano responde a tal crime, eu digo que todos vocês estão livres.”
 
Os prisioneiros imaginaram que isso era uma farsa com o objetivo de puni-los mais tarde. Mas o general realmente lhes deu a liberdade. As lágrimas deles se transformaram em uma alegria indescritível. Como eles responderam à tamanha graça inesperada? Todos aqueles 600 homens se colocaram sob o comando do general Bravo.
 
Esse episódio nos faz lembrar de uma graça muito maior e mais gloriosa que Deus nos deu. Não éramos apenas Seus inimigos, mas criaturas perversas rebeladas contra o grande Deus do céu.
 
E mesmo assim Ele quis nos salvar. Não por orgulho e nobreza como o general mexicano, mas por causa de um amor tão insondável a ponto de desejar nos tornar Seus próprios filhos.
 
E qual é a resposta de vocês à graça inesperada de Deus, queridos leitores?.
 
 
Extraído do devocional “Boa Semente”
 

, ,

Este post foi escrito por:

- que escreveu 1125 post(s).


Entre em contato